7 Dicas para Reduzir a Ansiedade de Separação em Bebês

É muito comum que o bebê chore sempre que notar a ausência de seus pais, e isso ocorre por conta de um processo normal denominado ansiedade de separação em bebês.

Esse comportamento é muito frequente em bebês de até dois anos de idade. E os primeiros sintomas podem surgir aos quatro meses, que é quando o bebê percebe que sua mãe é uma pessoa distinta dele.

Se você deseja saber mais sobre como reduzir a ansiedade de separação em bebês, continue lendo esse artigo e confira alguns sintomas desse problema, bem como algumas dicas para diminuir ou até mesmo eliminar esse problema!

Sintomas da ansiedade de separação em bebês

Primeiro vem o teste de gravidez, depois a fase da gestação, o lindo nascimento do bebê e as primeiras experiências com a nova vida.

Acompanhar e auxiliar o desenvolvimento de seu bebê pode ser algo desafiador. E em algum momento dessa jornada, você terá de lidar com essa angústia da separação.

Basicamente, os sintomas mais comuns dessa ansiedade de separação em bebê são:

  • Falta de apetite;
  • Perda do sono;
  • Choro repentino e sem motivo aparente;
  • Recusa de outros colos;
  • Irritação;
  • Resfriados leves, e etc.

Caso o bebê apresente algum ou alguns dos sintomas acima, então você pode adotar algumas das dicas  que separamos abaixo para enfrentar essa fase com mais facilidade e sem sofrimento para o seu bebê. Confira!

Dicas para diminuir a ansiedade de separação em bebê

 

  • Não deixar o bebê com pessoas que ele não tem costume

 

O ideal é fazer essa transição aos poucos, uma dica é tentar incluir outras pessoas no dia a dia do bebê desde cedo, como avós, tios, primos, amigos próximos da família etc. E sempre acompanhar essa interação observando de perto; essa iniciativa pode tornar a fase de separação bem mais fácil;

 

  • Tente a separação em fases

 

Aproveite os momentos de desenvolvimento do bebê para manter distâncias seguras, como por exemplo, quando o seu bebê começar a engatinhar ou dar os primeiros passos. Nesse momento, espere um pouco antes de ir atrás, até mesmo para deixa-lo sentir essa pequena independência;

 

  • Sempre se ausente em momentos adequados

 

Quanto mais confortável a criança estiver, menor é a possibilidade de chorar e sentir sua ausência imediatamente.

Para amenizar grandemente a ansiedade de separação em bebês deixe seu bebê alimentado, com fraldas limpas, sem sono e de bom humor isso provavelmente fará com que sinta menos a angústia da separação;

 

  • Experimente jogos como esconde-esconde

 

Adotando jogos onde você se faça ausente do campo visual do bebê, como esconde-esconde, ele vai acostumar-se com pequenas separações que sempre resultam na volta de seus pais. Sendo assim, esta é uma forma divertida de mostrar a ele como lidar com a situação sem se sentir ansioso.

 

  • Não esqueça de dar tchau

 

Evite a tentação de sair escondido para não ouvir choros, o bebê precisa entender que após uma longa ausência dos pais eles sempre retornam.

Por isso, faça com que a despedida seja agradável e com o passar do tempo ele notará que é algo completamente normal.

 

  • Lembre-se que o choro do bebê é passageiro

 

Após a saída dos pais, o bebê é acalentado pela pessoa de confiança que ficou encarregado de cuidar na sua ausência.

Sendo assim, não se sinta culpado por deixa-lo e evite voltar após a saída, isso pode gerar uma confusão ainda maior para o bebê.

 

  • Comece com saídas rápidas

 

Nas primeiras vezes que tiver se deixar o seu bebê tente voltar o quanto antes, saídas de curtos períodos podem aumentar a confiança de seu bebê;

Seguindo essas dicas você vai conseguir lidar melhor com essa ansiedade de separação em bebês e com o passar do tempo ela tende a diminuir, seu bebê notará que pode confiar em você, que mesmo com tantas separações você se mantém ao lado dele.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!